Notícias

Custo com INSS dos comissionados é pago por nós

O Sinmed não ainda não recebeu resposta da prefeitura de Maceió sobre a lista dos cargos comissionados – faz algum tempo que procolamos o pedido, mas nunca tivemos retorno, sabe-se lá o porquê. Pra nossa surpresa, o Programa Encarem os Fatos, exibido pelo Youtube, no canal da jornalista Maria Aparecida, mostrou alguns contracheques  dessa lista, revelando sobrenomes de pessoas influentes como desembargador, procurador de justiça, juiz, políticos d ecarreira e afins. Tá salvo no canal, qualquer um pode ver os valores pagos pelo prefeito e a quem, inclusive foram mostradas cópias de alguns holerites. Enfim, indício de irregularidade enseja investigação na folha, por parte do Ministério Público. O que nos incomoda é que o gestor costuma dizer que médico tem alto salário, mas a categoria recebe bem menos que R$ 10 mil para trabalhar diariamente, inclusive batendo relógio de ponto biométrico.Portanto, não é a nossa classe que onera o município. Alguma dúvida?  
Ainda segundo denúncia feita no referido canal, são 1.500 nomes na lista de comissionados quando a prefeitura suportaria em torno de 500. Após as revelações,ficou fácil concluir porque Rui Palmeira até hoje não atendeu o pedido do Sinmed - tá recheada de sobrenomes de políticos, aliás de membros do alto escalão dos três poderes e que nem aparecem no setor onde estão oficialmente lotados. Precisamos dessa lista apenas para analisar, entre outras coisas, quanto o município gasta com a previdência dos comissionados. Todos pertencem ao regime geral da previdência, ou seja, não contribuem com o Iprev. A prefeitura é obrigada a pagar à União a contribuição do INSS de todos eles. Muito dura essa realidade. Enquanto isso, o prefeito Rui Palmeira posa de bom moço na frente das câmeras e nas comunidades onde aparece fazendo campanha. Abre o olho gente.

compartilhe:

Veja também